segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Dom Hélder Câmara e Dom Luciano Mendes de Almeida: paladinos dos pobres e da justiça



Dom Hélder (à esquerda) e Dom Luciano (Foto: Irmandade dos mártires)

No dia 27 de agosto, celebrou-se a memória de Dom Luciano Mendes de Almeida e Dom Hélder Câmara. A vida dos religiosos é marcada por uma longa jornada de proteção aos pobres, luta pela justiça social, fé e amor ao próximo.

Dom Luciano (Foto: Diocese de Mariana)
Dom Luciano Mendes de Almeida, SJ, falecido em 2006, foi Arcebispo de Mariana, em Minas Gerais, presidente e secretário da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil -CNBB e secretário na Terceira Conferência Geral do Episcopado Latino-Americano, ocorrida em 1979, em Puebla, no México. Dedicou sua trajetória à caridade, sobretudo às crianças e aos mais humildes. Fundou aPastoral do Menor, que inspirou a redação do Estatuto da Criança e do Adolescente - ECA.
Em 27 de junho de 2002, Dom Lucianoesteve no Instituto Humanitas Unisinos - IHU proferindo a conferência A Reinvenção do Bem Comum e o Ensino Social da Igreja. Na ocasião, concedeu a entrevistaReinventando o Bem Comum à IHU On-Line e, numa entrevista realizada poucos meses antes da sua morte, em 08-10-2005, quando orientava um retiro espiritual noCentro de Espiritualidade Cristo Rei - CECREI, em São Leopoldo, RS, ele relatou à IHU On-Line, algo da sua trajetória de vida.

Dom Helder morria há 17 anos

Dom Helder morria há 17 anos
Padre Geovane Saraiva*
Declarado Servo de Deus pelo Papa Francisco em 2015, Dom Helder foi chamado ao seio do Pai aos 27 de agosto de 1999, após completar noventa anos, vividos e bem vividos. Celebrava a missa lentamente, com toda a simplicidade, como se estivesse conversando com o Cristo, a Virgem, os santos. “Cada manhã, ao fim da missa, eu contemplo o mundo com a alma de um colegial em férias e tenho vontade de gritar àqueles que se esgotam na agitação da vida cotidiana: Irmãos, hoje é feriado universal”. O Pe. João Carlos Ribeiro (Salesiano) assim asseverou: “Havia tanta emoção nas palavras da consagração que o vimos muitas vezes chorando, ao celebrar a Missa, e sempre repetia com toda a convicção de que o verdadeiro celebrante da Missa é Nosso Senhor Jesus Cristo”.

sábado, 27 de agosto de 2016

HELDER CAMARA (07-02-1909 a 27-08-1999)

(um testemunho ocular)
Amanhã, dia 27 de agosto, se complementam 17 anos que HELDER CAMARA, o “Profeta do Século XX”, perseguido pelos governos militares, não entendido e abafado pela hierarquia da própria Igreja, encontrou-se com seu Criador. Foi na noite do dia 27 de agosto de 1999.
Na tarde-noite do dia seguinte, sábado, dia 28 de agosto, uma grande multidão acompanhava o Dom, cujo corpo era coberto de flores de todas as cores e todos os perfumes. O caminho era longo, desde a Igreja das Fronteiras, morada do Dom, passando pelas avenidas do Recife, subindo os morros de Olinda, até chegar ao pátio da catedral, onde se concentrava, desde cedo, grande multidão que rezava sua fé, chorava sua dor, mas cantava também sua esperança, divina força dos pobres. Havia sido preparada uma área reservada e cercada na qual, ao redor do corpo do Dom, encontravam-se bispos, padres e alguns convidados.

27 de agosto: boa hora para recordar Helder Câmara e Luciano Mendes de Almeida

Por ocasião do processo de impeachment da presidenta Dilma, Jacques Távora Alfonsin, procurador aposentado do estado do Rio Grande do Sul e membro da ONG Acesso, Cidadania e Direitos Humanos, faz memória de D. Helder Camara e D. Luciano Mendes de Almeida, cuja vida e morte são recordadas no dia de hoje, 27 de agosto.

Eis o artigo.


Reocupação da Usina Santa Helena: solidariedade e apoio às famílias trabalhadoras


Adital

Fr. Marcos Sassatelli, Frade dominicano
Doutor em Filosofia (USP) e em Teologia Moral (Assunção - SP)
Professor aposentado de Filosofia da UFG
Na manhã do dia 31 de julho passado, na cidade de Santa Helena de Goiás, cerca de 1000 famílias trabalhadoras Sem Terra organizadas pelo MST reocuparam o latifúndio de pouco mais de 20 mil hectares da Usina Santa Helena (USH).

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

O que aconteceu com a classe operária depois de Marx

"Hoje nós assistimos a uma transformação radical do processo de trabalho e do modo de produção capitalista. Um novo terreno de luta, no “novo modo de produção”, é proposto a uma nova força de trabalho socializada, precarizada, global. O trabalho deveio cognitivo, afetivo, cooperativo. O novo modo de produção foi imposto pelas lutas operárias do século passado – que o produziu através da recusa do trabalhado assalariado e a destruição da centralidade da fábrica".

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Igreja inicia o caminho para conduzir Rutilio Grande ao altar

Prensa Grafica – 23 Agosto 2016
 A etapa diocesana que busca a beatificação e canonização de Rutilio Grande chegou ao seu fim. O processo documental que testemunha a vida do sacerdote assassinado em Aguilares, El Salvador,  será enviado ao Vaticano, para ser apresentado à Congregação para a Causa dos Santos. Neste dia, aIgreja católica salvadorenha o torna oficial.
A reportagem é publicada por Prensa Grafica, 21-08-2016. A tradução é do Cepat.

Falece Padre casado Sérgio Bernardoni


 25 DE AGOSTO DE 2.016, ÀS 14:00HS, OS SINOS NÃO TOCARAM. A IGREJA DE GOIÂNIA GO EMUDECEU.
CANTARAM OS ANJOS DO CÉU, CELEBRARAM OS SANTOS DE DEUS, CHEGOU A HORA DO PE. SERGIO BERNARDONI RECEBER O PRÊMIO DE FIDELIDADE E DEDICAÇÃO, DE AMOR CRIATIVO QUE O LEVOU ATÉ O CÉU.
MARIA E SEUS FILHOS FRANCISCO E DANIEL VÃO CONTINUAR CONSTRUINDO A HISTÓRIA, VÃO SEMPRE VIVENCIAR A MEMÓRIA DO ESPOSO, PAI E SACERDOTE CASADO, COM  TRABALHO DESDOBRADO, SERENAMENTE SORRINDO, A BOA CULTURA SEMEANDO, FILMES DE QUALIDADE EXIBINDO, DEIXANDO BEM PLANTADO O CENTRO CULTURAL CARA-VIDEO  QUE PARA SEMPRE SERÁ LEMBRADO.

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Pierangelo Sequeri: o programa do novo decano do Instituto "João Paulo II". Artigo de Andrea Grillo

"Pierangelo Sequeri não é teólogo moralista, não está ligado a movimentos eclesiais, é um homem de fé e de cultura, não ideológico e não maximalista. Ele não faz uma teologia de farmacêutico, não usa a 'balança', não lê a Escritura com crivo fundamentalista, não tem a ansiedade da definição objetiva. Ele propõe uma 'hermenêutica sapiencial da tradição', mesmo daquela matrimonial e familiar."

Fórum Social Mundial e Fórum Mundial de Teologia e Libertação: um relato de Roberto E. Zwetsch

 Roberto E. Zwetsch – 19 Agosto 2016
“O que posso afirmar com segurança é que não se volta o mesmo ao país depois de conhecer tantas pessoas de países diferentes, de ouvir tantos desafios que se apresentam à teologia e às comunidades de fé, e de deixar-se envolver pelo clamor dos povos e da própria terra que geme sob as estruturas de morte que o sistema internacional impõe hoje aos povos”, diz Roberto E. Zwetsch, doutor em Teologia e professor na Faculdades EST.
Eis o texto.

terça-feira, 23 de agosto de 2016

Eleições 2016: o Micro e o Macro


Selvino Heck
Adital
Manchetes do jornal Zero Hora, do Rio Grande do Sul: "Salários devem ser parcelados todos os meses até dezembro. Servidores que haviam recebido R$ 980 até sexta prometem intensificar manifestações. Mais arrocho à vista no RS. Sindicatos prometem trabalho parcelado” (ZH, 01.08.16).

Leigos e famílias: três nomeações e um novo dicastério

Chega um novo órgão da Cúria Romana que absorve outros dois preexistentes e também chegam, ao mesmo tempo, três novas nomeações: a reforma iniciada pelo Papa Francisco dá um passo adiante, e as nomeações que a acompanham lhe fornecem colaboradores mais responsivos à sua linha de governo.

A reportagem é de Luigi Accattoli, publicada no jornal Corriere della Sera, 18-08-2016. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

A luz das palavras para revelar o "mal radical". Entrevista com Aharon Appelfeld

Aharon Appelfeld vive em Israel desde o fim dos anos 1980, mas sempre enfatiza as suas origens romenas. A sua família, desde sempre posta no Índex, por ser de origens judaicas, vivia em uma região (a Bucovina) até ser deportada aos campos de concentração nazistas, onde quase todos os membros foram assassinados. Ele, no entanto, conseguiu escapar de um campo de extermínio. 

A reportagem é de Riccardo Mazzeo, publicada no jornal Il Manifesto, 18-08-2016. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

Por muito tempo, ele viveu como fugitivo nas florestas, até o momento em que se juntou ao Exército Vermelho. Com esse uniforme, ele combateu os nazistas, mas, depois, com o fim da guerra, decidiu ir para a Palestina, ainda sob protetorado britânico. Lá, em um kibutz, estudou e começou a escrever em hebraico, uma língua que ele logo amou, a ponto de se tornar um dos mais importantes escritores da língua hebraica.

Papa Francisco: o caminho das reformas começa novamente

http://www.mondayvatican.com/wp-content/uploads/2016/08/pope-francis-afp_650x400_51446642347-1.jpg
Andrea Gagliarducci – 16 Agosto 2016
 Vaticanista informa que no redesenho da Cúria Romana, o cardeal do Rio de Janeiro, D. Orani Tempesta, poderá assumir o novo dicastério “Leigos, Família e Vida”.
A reportagem é de Andrea Gagliarducci, publicada por Monday Vatican, 15-08-2016. A tradução é deIsaque Gomes Correa.

sábado, 20 de agosto de 2016

Desenvolvimento: Amazônia não é uma tábula rasa. Entrevista especial com Daniela Alarcon

“Precisamos parar de entender a Amazônia como o quintal da região Centro-Sul do Brasil, porque ela sempre foi vista como um lugar a ser desenvolvido, fazendo-se tábula rasa de tudo que existe ali”, adverte a pesquisadora.
Apesar de o Ibama ter cancelado o processo de licenciamento da hidrelétrica de São Luiz do Tapajós, alegando inviabilidade ambiental, outros empreendimentos continuam em curso na região, compondo o grupo de projetos de infraestrutura e rotas logísticas nabacia do Tapajós. Entre eles, destaca-se a construção da hidrovia Teles Pires-Juruena-Tapajós, que “é voltada para o escoamento de commodities e surge do interesse do setor do agronegócio de encurtar as rotas logísticas existentes nesse processo e, assim, reduzir os seus custos”, informa Daniela Alarcon à IHU On-Line, na entrevista a seguir, concedida por telefone.

Na nomeação de bispos, o Papa se curva a Pequim

Sandro Magister – 16 Agosto 2016
 Na China, entre os cento e nove bispos católicos, há oito que foram consagrados por ordem das autoridades comunistas e jamais tiveram a aprovação do Papa, incorrendo, como consequência, na excomunhão, alguns deles com filhos e amantes.
Reportagem de Sandro Magister, publicada por Chiesa.it, 14-08-2016. 
Mas, justamente para estes oito, durante o verão ou no mais tardar antes de finalizar o jubileu, Francisco está disposto a realizar um gesto categórico: o perdão.

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

O próximo Sínodo provavelmente focará a ordenação de homens casados

Em reposta à escassez sacerdotal aguda no mundo, o Papa Francisco pode bem decidir que o próximo Sínodo dos Bispos foque o ministério – incluída aí a questão sobre se homens casados poderiam ser ordenados para celebrar os sacramentos, com efeito criando um sacerdócio paralelo.
A reportagem é de Austen Ivereigh, publicada por Crux, 12-08-2016. A tradução é de Isaque Gomes Correa.
Após a dura porém frutífera experiência do Sínodo sobre a família, uma coisa ficou clara: Francisco criou um instrumento de discernimento que é capaz de lidar com os grandes problemas da Igreja na contemporaneidade.

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Abandonar-se em Deus

Padre Geovane Saraiva*
No encontro da Fraternidade Jesus+Caritas deste ano de 2016 do Nordeste, nos dias 26 e 27 de julho, foi enfocado o centenário do martírio do bem-aventurado Charles de Foucauld. Lindolfo Euqueres, irmãozinho do Evangelho de João Pessoa, ajudou-nos a viajar pelo Deserto do Saara, fixando-nos em Tamanrasset, lugar abençoado e amado pelo Irmão Carlos de Foucauld. Lá ele passou os últimos onze anos de sua vida, derramando seu sangue na areia daquele abençoado deserto (1/12/1916). Também não nos esquecemos de visitar, pelo estudo do irmão Lindolfo, a cidade de El Golea, na Argélia. Lá se encontram os restos mortais do nosso amigo e pai espiritual.

O importante nessa altura dos acontecimentos é que ninguém deixe de fazer política



IHU - Unisinos
Adital
Entrevista especial com Francisco Whitaker
"O que está acontecendo no Brasil tem prestado um enorme serviço para mostrar até onde essa doença, chamada corrupção, pode corroer a vida do país”, diz o arquiteto e ex-vereador pelo PT-SP.
www.dezeroatudo.com.br

"Dentro dessa perplexidade geral que estamos vivendo, estamos tendo que dizer que precisamos fazer o que é possível agora, mas com uma certa direção, por exemplo, no sentido de fazer com que a corrupção seja realmente superada, que passemos a caracterizar esse caminho da corrupção como o pior caminho para a vida das empresas, das pessoas e dos partidos. A corrupção é uma doença que gangrena a vida social e as instituições”, diz Francisco Whitaker, ao comentar o atual momento brasileiro.
Para ele, a superação das crises política e econômica que o país enfrenta depende de uma "visão de conjunto rumo a um tipo de desenvolvimento que não seja baseado pura e simplesmente no crescimento econômico”.

quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Laudato si - Francisco e o Irmão Coltan

Capítulo 15   

Paz e bênçãos para vocês, irmãs e irmãos que me ouvem nestes dias! Sou Francisco, o de Assis, o andarilho. Eu caminhei toda Itália de cima a baixo com chuva e com frio... E seguramente, como fui tão viajante, meu xará o papa Francisco me pediu que viesse até aqui... Sabem aonde eu cheguei?  Nada menos que na África. Sim, África… embora não sei bem em que zona estou nem com quem posso falar para saber o que ocorre por estas terras. 

Francisco, Jesus e as Mulheres



Frei Betto
Adital
O papa Francisco nomeou uma comissão para analisar se as mulheres devem ter acesso ao diaconato, como já ocorre com homens solteiros ou casados. Diácono ocupa, na hierarquia, um grau abaixo do sacerdócio. Pode presidir matrimônios e batizar, mas não celebrar missa. Havia diaconisas na Igreja primitiva.

terça-feira, 16 de agosto de 2016

A batalha do maracá contra o cassetete e a gravata

Laila Cimi
CIMI   Adital     Mais uma vez se travou "simbólica e fisicamente”, a batalha dos povos indígenas com seus maracás, pinturas e indumentárias, contra as hordas de gravatas em seus pedestais de prepotência, arrogância e ganância.
Imaginava-se que nas ondas de superação do colonialismo interno, as gravatas travariam um diálogo respeitoso com os maracás, desde a portaria até a despedida, já na noite avançada. Mas não foi desta vez. Várias lideranças indígenas fizeram alusão a mais uma decepção: "Sai presidente, entra presidente, campeia a corrupção e nenhum sinal de que um dia será diferente, de igual para igual, na casa do povo”.
No portão, de plantão os cassetetes tentaram demonstrar gentiliza e esforço no podre dorso da repressão. Tirem a placa da "casa do, para contra o povo” chegaram gritar alguns mais exaltados. Nada de novo abaixo da linha do Equador. Após espera e muito bate boca, quase duas centenas de indígenas adentraram, em ritual, nas dependências da Câmara dos Deputados.

O bispo clandestino: o “acordo China-Santa Sé, quanto mais cedo chegar, melhor”

GIANNI VALENTE – 12/08/2016
Foto: Fiéis chineses em oração – Lapresse
Fala Mons. José Wei Jingyi, bispo não reconhecido pelo governo chinês: “Para permanecer fiel à Sé apostólica, aceitei tornar-me um bispo ‘clandestino’. Como poderia agora rejeitar o que vem do Papa e da Santa Sé? “
Uma “Conferência Episcopal chinesa em comunhão com o Papa” é “o que nós esperamos ver e [o motivo] pelo qual temos orado por muito tempo”. É assim que pensa José Wei Jingyi, bispo católico “clandestino” de Qiqihar, na província de Heilongjiang.

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

PAPA FRANCISCO:

Assunção de Maria, mistério que diz respeito a todos

Francisco durante o Angelus - ANSA
15/08/2016 12:15
Cidade do Vaticano (RV) – O Papa Francisco voltou à janela do Palácio Apostólico nesta segunda-feira (15/08), feriado no Vaticano por ocasião da Solenidade da Assunção de Maria.

A Festa da Assunção

No dia 15 de agosto a Igreja Católica celebra a Solenidade da Assunção de Nossa Senhora. A Assunção de Maria é dogma católico solenemente definido através da Constituição “Munificentissimus Deus” do 1º. de novembro de 1950 pelo Papa Pio XII.  O texto da proclamação dogmática não afirma que Maria foi elevada ao céu, mas à “Glória celeste”. Não se afirma, portanto, um deslocamento espacial nem uma nova localização, mas a transfiguração do seu corpo e a passagem de sua condição terrestre à condição gloriosa da totalidade de sua pessoa, isto é, corpo e alma. (cf. C. A. Contieri SJ, in A Bíblia Dia a Dia, Paulinas, 2015). A crença universal neste mistério havia sido confirmada anteriormente por todo o episcopado católico consultado em 1946. Liturgicamente a Festa da Assunção é celebrada na Igreja Católica no domingo subsequente ao dia 15 de agosto. A crença na Assunção é tradicional na Igreja, mas foi, sobretudo no século XVII que se tornou objeto de uma verdadeira construção teológica em reação contra o Jansenismo. Maria é dita pelo anjo Gabriel “cheio de graça”. Este é quase o nome próprio da Virgem – o anjo não a chama “Maria” mas “cheia de graça”. (Lc. 1,28). Isto quer dizer que Maria nunca esteve sujeita ao império do pecado. Em consequência, não podia ficar sob o domínio  da morte, que entrou no mundo através do pecado (Rm 5, 12). Sendo assim, é lógico dizer que ela não conheceu a deterioração da sepultura, sendo glorificado não somente em sua alma, mas também em seu corpo.

As “intenções do Vaticano II” e o diaconato feminino: Menke e a paralisia da tradição.


 Andrea Grillo – 12 de agosto de 2016 
ministerodonne
“Poderíamos resumir a tese de Menke assim: a elaboração da ‘unidade triádica’ do ministério ordenado – episcopado, presbiterado e diaconato – e a atestação histórica da ausência de mulheres integradas dentro de tal unidade impedem que a Igreja ‘ordene mulheres’, mas não impede que a Igreja lhes atribua autoridade, embora não no nível sacramental do Ordo.”
A opinião é do teólogo italiano Andrea Grillo, leigo casado, professor do Pontifício Ateneu S. Anselmo, de Roma, do Instituto Teológico Marchigiano, de Ancona, e do Instituto de Liturgia Pastoral da Abadia de Santa Giustina, de Pádua.

Pulverização de pesticidas por aeronaves não é solução para combater o Aedes Aegypti.



IHU - Unisinos
Adital
Entrevista especial com Wanderlei Pignati
"O uso de veneno não é indicado para erradicar o mosquito Aedes Aegypti; é preciso combater os criadouros, os focos e fazer saneamento básico”, adverte o pesquisador.
leve bemA Lei 13.301/2016, sancionada pelo presidente interino, Michel Temer, a qual autoriza o uso de aviões para a pulverização de substâncias químicas a fim de combater o mosquito Aedes Aegypti, é "antidemocrática”, diz Wanderlei Pignati à IHU On-0Line, porque é contrária às indicações feitas pelo Conselho Nacional de Saúde – CNS, Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde – Conasems e Conselho Nacional de Secretários de Saúde – Conass.

sábado, 13 de agosto de 2016

O ROSTO DA MISERICÓRDIA NO TEMPO DE BERGOGLIO.

As visões interiores de Madre Teresa de Calcutá e a noite escura da alma segundo o postulador Brian Kolodiejchuk 
2. MT e bambino
ALVER METALLI – 08/08/2016
Tradução: Orlando Almeida
“Agiu com fé heroica e com um um amor que não sentia. Por isso a sua santidade é muito maior, excepcionalmente heroica”. É uma frase estranha na boca do padre Brian Kolodiejchuk, a pessoa que melhor conhece no mundo a mulher que no próximo dia 04 de setembro será proclamada Santo pelo Papa Francisco. E pode agir sem amor uma candidata à santidade? Antes de explicar esta afirmação, o padre canadense que faz parte da congregação dos Missionários da Caridade, o último ramo masculino fundado por Madre Teresa, explica por que  Madre Teresa é uma “pessoa-mensagem” para o nosso tempo.

sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Francisco, Jesus e as Mulheres


Frei Betto
Adital
O papa Francisco nomeou uma comissão para analisar se as mulheres devem ter acesso ao diaconato, como já ocorre com homens solteiros ou casados. Diácono ocupa, na hierarquia, um grau abaixo do sacerdócio. Pode presidir matrimônios e batizar, mas não celebrar missa. Havia diaconisas na Igreja primitiva.

Diaconisas na Igreja?

Miguel Almeida, sj – 06/08/2016

“A génese desta comissão encontra-se numa reunião que as superioras gerais dos institutos femininos tiveram com o Papa, em Roma no dia 12 de Maio.
Após ter sido questionado sobre a possibilidade, ou quais os impedimentos a que as mulheres fossem admitidas ao diaconado permanente, Francisco assumiu a responsabilidade de constituir uma comissão que estudasse esta matéria.”

Se logo no início do seu pontificado o Papa afirmara que o “gênio feminino” deveria estar mais presente,agora busca uma fidelidade criativa, crítica, mas segura (não fosse ele jesuíta), à Igreja.